quinta-feira, 21 de novembro de 2013

“Balada” é usada como terapia no Bezerra

            
Oficina de balada reúne pacientes de todas as equipes
Oficina de balada, o nome pode soar estranho para um hospital, mas é assim que é conhecida a oficina de música do Hospital Psiquiátrico Bezerra de Menezes de Presidente Prudente que reúne todas as semanas os pacientes da entidade.

            A atividade acontece todas as sextas-feiras das 7h30 às 8h. Embora sejam apenas alguns minutos, tornam as manhãs diferentes e esperadas pelos pacientes, além de trazerem bem estar físico e emocional.

            Segundo a terapeuta ocupacional, Ligia Copetti, a atividade foi desenvolvida por já serem conhecidos os benefícios da música e ser usada como um dos tratamentos alternativos aos pacientes que possuem algum tipo de transtorno ou deficiência intelectual.

            Durante o período são escolhidas algumas músicas rítmicas, onde o objetivo é fazer com que os pacientes se sintam dispostos a participar e principalmente dançar. Ainda segundo Copetti, todos podem participar e sugerir músicas para as próximas baladas. Hits do momento, sertanejo universitário, entre outros, são as mais tocadas.

            Para incentivar ainda mais os pacientes podem escolher vários objetos e fantasias que ficam a disposição.

            De acordo com a psicóloga Elza Akashi, a atividade proporciona vários benefícios. “A oficina diminuí a timidez, estimula e incentiva a expressão corporal, eles interagem com outros pacientes, de forma que muitos pacientes que estão agitados ou que são muito quietos se sentem mais tranquilos e dispostos.”


            Este é um trabalho realizado em conjunto com as equipes, com a presença de três profissionais que acompanham a atividade: terapeuta ocupacional, assistente social e psicólogo, sendo apenas uma das diversas atividades que são desenvolvidas pela instituição.

Por: Cleber Benvindo
(Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa do Hospital Psiquiátrico Bezerra de Menezes)