sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Mensagem do dia

           "A felicidade é um bem que se multiplica ao ser dividido." (Marxwell Maltz)


O que eu aprendi no Bezerra

Nome: Maria Isabel Constante
Função: coordenadora da ATE (Ala de Tratamento Especial)
Tempo de serviço: 14 anos

“Devemos tratar todos bem, dar um bom dia, boa tarde, não faz mal a ninguém. Os pacientes ficam tão felizes com estes pequenos gestos de carinho, o que parece ser tão pouco para nós,  para eles  é questão de respeito com o próximo. Quando entrei aqui tinha outro pensamento em questão a construção de um hospital psiquiátrico, nem imagina que teria contato com os pacientes diretamente e, isto é incrível, pois eles são pessoas como nós, têm sentimentos, crenças e necessitam de atenção, afeto, algo que muitas vezes eles não possuem em casa. Venha conhecer o hospital, fale com nossos profissionais, entenda sobre a instituição e sua missão, depois argumente.”


quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Mensagem do dia

"Felizes os cães, que pelo faro descobrem os amigos."   Machado de Assis



O que eu aprendi no Bezerra

Nome: Guilherme Baptista
Função: psicólogo
tempo de serviço: desde 2008

“Conhecer a pessoa pelo que ela realmente é, pela maneira que ela vive e enxerga a vida, não devemos rotular as pessoas. Cada ser tem seus valores, costumes, crenças. Acho que entender a essência do ser humano é a mensagem principal. As pessoas falam da doença mental sem conhecer, sem ao menos ter o prévio conhecimento sobre a patologia. Aqui no Bezerra nosso tratamento é diferenciado, em se tratando do SUS, nós temos nossas próprias equipes multidisciplinares, uma boa infraestrutura e um tratamento humanizado.


quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Bezerra recebe verba para aquisição de ambulância

Na terça-feira (26/11) a Associação Assistencial Bezerra de Menezes, mantenedora do Hospital Psiquiátrico de Presidente Prudente, representada pelo seu presidente, Walter Ricci, e o diretor do Hospital Psiquiátrico Bezerra, Mauro Galhiane, estiveram presentes com o Deputado Ed Thomas, no Palácio dos Bandeirantes, para a assinatura do convênio com a Secretaria Estadual de Saúde, da emenda parlamentar, no valor de R$ 89.000,00, para aquisição de uma ambulância para o hospital. Sendo que o veículo que era utilizado pelo hospital no transporte de seus pacientes era uma "Belina 78". 

Palácio dos bandeirantes em São Paulo

"Estou muito feliz de Deus ter abençoado e possibilitado esta conquista, no futura próximo este veículo estará agregando mais qualidade no atendimento aos nossos pacientes", argumenta Mauro.

Mauro, Walter e Ed Tomas



terça-feira, 27 de novembro de 2012

O que eu aprendi no Bezerra

Nome: Manoel Pedro da Silva
Idade: 71 anos
Tempo de serviço: desde 1975
Função: encarregado de obras

“Reconhecer a doença é o primeiro passo para o tratamento e aceitar  ajuda é o principal e essa ajuda, além do apoio familiar, vem do Bezerra. Quando vejo os pacientes percebo que eles não são diferentes de mim ou de você, são pessoas que necessitam de cuidados, atenção, carinho e principalmente respeito. Sabe o que eu diria para quem tem preconceito  sobre a saúde mental? Louco é você que fala sem saber e nem entender o que é a doença.”


segunda-feira, 26 de novembro de 2012

O que eu aprendi no Bezerra


Nome: Maria Helena Queiroz
Função: coordenadora de produção
Tempo de estágio: 31 anos

“Conviver é respeitar as diferenças, exercitar o respeito, a paciência, a tolerância e a compreensão. Não apenas com os pacientes, mas com todos os colegas de trabalho.”


sexta-feira, 23 de novembro de 2012

O que eu aprendi Bezerra

Nome: Isabel Cristina Rodrigues Lourenço Santelo
Função: assistente social
tempo de trabalho: 17 anos

“Aprendi que todos somos seres humanos, temos sentimentos, vontades, cresças e que acima tudo fomos feitos para se transformar, mudar o rumo de nossas vidas, começar de novo. Todos têm essa chance, só basta você querer! E para aquelas pessoas, por algum motivo especial, no caso a ignorância, possuem preconceito em relação ao tratamento psiquiátrico, estude, conheça um pouco pelo menos, entendam, depois critiquem.


quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Bezerra participa da Expodefic

Alana Pastorini

O Hospital Psiquiátrico Bezerra de Menezes participa pela 4 vez da 12ª edição da Exposição dos Trabalhos das Pessoas com Deficiência (Expodefic) de Presidente Prudente-SP. O evento, que neste ano traz o slogan ‘A Arte Comprova a Capacidade’, será na Praça 9 de Julho, das 8h30 às 16h. 


De acordo com a coordenadora do evento, Sônia Aparecida Costa Vilela, a Expodefic tem como objetivo mostrar que as pessoas com deficiência são capazes de produzir artesanatos e desenvolver talentos como qualquer outra. “É uma forma de incentivar, revelar, valorizar e divulgar o trabalho realizado por pessoas com deficiência e de entidades ligadas à mesma temática, favorecendo a diminuição da discriminação e promovendo a inclusão social”, afirma.

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

O que eu aprendi no Bezerra

Nome: Amanda Azzolini Volnistem
Função: estagiária de serviço social
Idade: 20 anos
Tempo de estágio: 8 meses


“Neste tempo que me dediquei ao estágio pude aprender a ser mais humana, pude compreender a importância de dedicar o meu tempo a outras pessoas e ver como isso é gratificante, pessoalmente e profissionalmente. Por vezes uma atitude que parece pequena para nós, pode ser valiosa para os outros!.”

terça-feira, 6 de novembro de 2012

O que eu aprendi no Bezerra


Nome:  Roseli Rodrigues Vilela
Idade: 36 anos
Tempo de serviço: desde 2001
Função: monitora de TO (Terapia Ocupacional)

“Aprendi que ter amor pelo próximo é o primeiro passo para felicidade, a alegria que eu tinha em minha vida aumentou gradativamente ao passo que comecei a trabalhar aqui. Poder doar meu tempo e meu carinho aos pacientes é fruto de grande recompensa. Aprendi a valorizar mais a vida e as coisas simples que ela proporciona. Para definir em poucas palavras o que sinto no meu trabalho são: afeto, respeito, compreensão, companheirismo, caridade, educação. Fico triste quando é feriado, pois sei que é um dia a menos que vou poder ficar com eles.”

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

O que eu aprendi no Bezerra

Nome: Luciana Pereira Lima
Idade: 33 anos
Tempo de serviço: desde junho de 2011
Função: auxiliar de limpeza


“O hospital para mim é minha segunda casa, metade do meu tempo eu passo aqui e,  me sinto bem trabalhando,  sempre tive contato com os pacientes e eles nunca me faltaram com o respeito e sim com  afetividade e consideração . Muitos lá fora acham que o Bezerra é apenas um hospital de louco, se enganam, pois aqui a camisa de força é trocada por: um bom dia, tudo bem com você? "

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

O que eu aprendi no Bezerra

Nome: Antônio Bargas Molina
Idade: 55 anos
Tempo de serviço: desde 1977
Função: coordenador de manutenção



“Tenho para mim que a instituição Bezerra de Menezes é ciclo de vida, pois temos a creche, o hospital e recanto, todas as idades precisando de atenção e cuidados. Creio também que nada na vida é por acaso, eu estou aqui trabalhando no Bezerra a partir de uma missão e, essa missão é cumprida a cada dia. Nós somos pais, mães, filhos, tios, avós, todos unidos por uma única missão: de prestar atendimento especializado na área da saúde, praticando a filantropia e a beneficência nos seus mais variados aspectos, fundamentados no lema “Amor e caridade.”