quarta-feira, 31 de outubro de 2012

O que eu aprendi no Bezerra

Nome: Wilson Severino do Carmo
Idade: 62 anos
Tempo de serviço: 23 anos
Função: motorista



“Não devemos olhar para os nossos pacientes com os olhos do preconceito, devemos ter respeito e compaixão com eles. Já tive muitos conhecidos que foram internados aqui, nunca sabemos quando vamos precisar, né?”

terça-feira, 30 de outubro de 2012

O que eu aprendi no Bezerra


Nome: Maria de Fátima Rodrigues Fernandes
Função: coordenadora de serviços gerais
Tempo de serviço: 14 anos

“Acho que não devemos ver o emprego aqui no Bezerra apenas como uma fonte de renda e sim como um exemplo de perspectiva e aprendizado. Com certeza me tornei uma pessoa melhor que sabe olhar as pessoas com respeito e dignidade.”


O que eu aprendi no Bezerra

Nome: Renato Siviero
Idade: 23anos
Função: monitor de atividades físicas
Tempo de serviço: 4 anos e meio


“Aprendi que não devemos julgar pelo patologia ou vício da pessoa. São seres humanos como e você, que necessitam de carinho e atenção. O contato que tenho com os pacientes é valioso e também um exemplo de motivação para mim.”

“Meu trabalho aqui me proporcionou uma visão mais humana a respeito da saúde mental, me fez entender corretamente o que a doença, e eu deixo um recado para aqueles que não compreendem ou apenas preferem basear sua opinião a partir de filmes estereotipados: primeiro venha conhecer as instalações do hospital, converse com os médicos, os técnicos, troque opiniões, tire dúvidas com os psicólogas e psiquiatras, depois você pode refletir e, assim caso queira, mude sua opinião refutável.”

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Hospital Psiquiátrico lança campanha de incentivo à leitura

Alana Pastorini
Doe um livro você também

Em alusão ao Dia Nacional do livro, comemorado em 29 de outubro, o Hospital Psiquiátrico Bezerra de Menezes de Presidente Prudente preparou uma campanha de incentivo à leitura, que disponibilizará livros aos pacientes, funcionários, familiares e quem tiver interesse em compartilhar conhecimento.

A terapeuta ocupacional Ligia Copetti, responsável pela ação, comenta que está prática é uma forma de promover e universalizar a leitura.

“Queremos estimular o hábito da leitura entre nossos colaboradores, familiares e pacientes, argumentando que o universo dos livros é um caminho fundamental , pois amplia o acesso ao conhecimento”, diz. 

Ligia ainda explica que os livros disponíveis são todos frutos de doação e que os interessados podem trazer obras para troca, ou apenas fazer empréstimo.

cerca de 150 livros estão disponíveis à doação
“Quem tiver livros em casa, por favor, colabore conosco e ajude a partilhar a informação”, expõe a terapeuta. As doações podem ser encaminhadas para o setor de Terapia Ocupacional.


Mais informações:
(18) 3902-2111 - Falar com Ligia Copetti



sexta-feira, 26 de outubro de 2012

37 anos dedicados ao próximo

Alana Pastorini

O Hospital Psiquiátrico Bezerra de Menezes de Presidente Prudente está em clima de festa pelos seus 37 anos, comemorado no dia 25 de outubro, e dividiu sua alegria com os seus pacientes e familiares.

Desde segunda-feira (22) , a instituição promoveu várias atrações, e aqui no blog você confere as fotos dos cinco dias de eventos.

Segunda-Feira (22):





segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Bezerra comemora 37 anos


Alana Pastorini

O Hospital Bezerra de Menezes de Presidente Prudente comemora em 2012, 37 anos de história. E para elucidar a data, a instituição promove esta semana de 22 a 27 de outubro várias atividades.

Hoje (22), um dos idealizadores do hospital, Pedro Tacacci, prestou homenagens, contou sobre a construção da instituição, os desafios e as conquistas. Ainda na parte da manhã, um grupo de samba, composto pelos próprios pacientes, realizaram apresentação especial. Na parte da tarde, às 13h00, se apresenta o Coral Amélia Bazan, formado pelos voluntários da Associação Assistencial Adolpho Bezerra de Menezes, regido pela maestrina Ana Rita Chizzolini.
pacientes formam grupo de samba, Os Samba Menezes

Emoção e recordação, Michelle Medeiros Lima Salione e Pedro Tacacci

Na terça-feira, ocorre o Dia da Família Especial, com sorteios de brindes, ginástica laboral e apresentação do grupo Samba Menezes. Às 13h00, será exibido o filme Cartas para Deus. A obra dos diretores, David Nixon e Patrick Doughite é uma narrativa baseada em história real.

terça-feira, 16 de outubro de 2012

O que eu aprendi no Bezerra

Sandra Regi Crivelari
Idade: 51 anos
Função: técnica de segurança do trabalho
Tempo de serviço: 13 anos

“Respeitar o próximo é dever de todos. Igualdade é uma questão chave no exercício da empatia. Eu sempre tento me colocar nos limites e dificuldades do próximo. Aqui, todos formamos uma família, trabalhar no Bezerra não é apenas um ato mecânico, é forma de expressar compaixão e sentimentos. Os paciente te chamam pelo nome, te cumprimenta todos os dias. Aprendi em 13 anos de Bezerra que: doença mental, tratamento psiquiátrico não escolhe cor, credo ou classe social, e saber lidar com essa patologia é um exercício pleno de reflexão.”

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

O que eu aprendi no Bezerra

Nome: Jucimara Pinto de Campos
Função: auxiliar de to
Tempo de serviço: 8 anos
Idade: 48 anos

“Aquilo que se faz com amor está além do bem e do mal. O verdadeiro amor nunca se desgasta. Quanto mais se dá, mais se recebe.” Nestes oito anos de Bezerra sempre procurei tratar todos os pacientes igualmente, respeitando suas limitações. Estou sempre pronta ouvi-los e respeita-los. Tornei-me assim, uma pessoa melhor, pois aprendo a cada dia com eles.”


terça-feira, 9 de outubro de 2012

O que eu aprendi no Bezerra


Nome: Aline Campos
Função: assistente social

“Todo mundo por ser grande, porque todo mundo poder servir. Você não precisa sabe concordar o sujeito com o verbo para servir. Só precisa de um coração cheio de graça e de uma alma gerada pelo amor.” Martin Luther King


segunda-feira, 8 de outubro de 2012

O que eu aprendi no Bezerra

Nome: Marcos Constante
Idade: 26 anos
Função: monitor de TO (Terapia ocupacional)
Tempo de serviço: 2 anos e 8 meses

“Sempre digo que amar o próximo é um tarefa tão simples, mas que muitos deixam de lado pois, é mais fácil não amar, não gostar, não sentir compaixão pelos outros. Aprendi que devo sempre olhar para mim mesmo antes de julgar alguém. Afinal, poderia eu estar internado aqui, nunca saberemos o dia de amanhã. E poder ajudar o próximo me traz conforto emocional e espiritual.”



sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Depressão é tema de palestra

Alana Pastorini

Nesta terça-feira, (02/09), o médico e residente do último ano de psiquiatria, kaled El Sahli, ministrou uma palestra sobre: depressão, sinais e sintomas, no Hospital Psiquiátrico Bezerra de Menezes em Presidente Prudente.

No encontro, o profissional expôs sobre como identificar os primeiros sintomas na pessoa em depressão.

“As queixas comuns de um paciente com quadro de depressão são: tristeza, redução de energia, fadiga, mal estar, apatia, dificuldade em terminar tarefas, mau desempenho escolar e no trabalho, pouca motivação para desenvolver novos projetos e irritabilidade”, argumenta Kaled.
Ele salienta que a família deve sempre prestar atenção nestes sintomas, e procurar um profissional é o mais adequado.


quinta-feira, 4 de outubro de 2012

O que eu aprendi no Bezerra

Alana Pastorini

Nome: Natalino de Souza
Idade: 54 anos
Tempo de serviço: 5 anos
Função: serviços gerais, manutenção da horta

“Trabalhar em uma instituição que presta serviços à sociedade é garantia de grande aprendizado. Eu admiro o trabalho realizado aqui dentro, os pacientes não se sentem presos, e eles têm bastante lugar para caminhar, se exercitar. O hospital proporciona várias atividades para a recuperação deles”.


Só que lidar com o preconceito não é fácil: “as pessoas devem entender que esses pacientes são seres humanos igual a gente, podia até mesmo ser um filho meu ou seu. Devemos compreender primeiro o que é o tratamento psiquiátrico, para depois expor nossa opinião”, revela Natalino.

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

O que eu aprendi no Bezerra

Alana Pastorini

Durante um mês, os funcionários do Hospital Bezerra de Menezes de Presidente Prudente participarão de um novo quadro: “O que eu aprendi no Bezerra”, onde os mesmos serão entrevistados,  evidenciando o que aprenderam  na instituição. A primeira personagem é a auxiliar de TO (Terapia Ocupacional), Cássia Regina Campos.

Nome: Cássia Regina Campos
Idade: 42 anos
Função: auxiliar de TO

“Aprendi que devemos estar preparados fisicamente e psicologicamente para cuidar dos nossos pacientes. Olhar para eles com os olhos do coração, pois eles precisam ter confiança no nosso trabalho. E, é a partir do carinho, amor, dedicação e respeito que vamos ter reciprocidade, teremos a consideração de volta”.

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Aniversariantes do mês:

Nome: Rosana de Cassia Testa Lopes
Função: assistente de almoxarifado
Tempo de serviço:  21 anos
Data de nascimento: 03/10
Lazer: caminhar
Sonho: ganhar na Mega Sena
Defina em uma palavra seu trabalho dentro da instituição:  crescimento pessoal


Nome: Nelson Da Silva Fogaça
Função: gerente de RH
Tempo de serviço: 36 anos
Data de nascimento: 02/10
Lazer: praticar atividades físicas e ir a academia 
Sonho: ter paz de espírito
Defina em uma palavra seu trabalho dentro da instituição: realização profissional